fbpx
coceira_no_corpo

Coceira no corpo pós banho | Causas e tratamentos

Você sente uma coceira inquietante no corpo logo após tomar um banho quente? 

Não se preocupe! É muito comum o corpo coçar após o banho, seja pelo ressecamento de pele, por doenças dermatológicas ou produtos que causam alergias.

Mas existem alguns cuidados capazes de melhorar essa sensação desagradável na pele. Confira abaixo:

Temperatura da água

Uma das principais medidas contra a coceira é diminuir a temperatura da água, lembrando de não deixar nem muito quente, nem muito fria, evitando agredir a pele. 

Banhos muito quentes ocasionam a diminuição da camada de gordura natural da pele que serve para protege-lá de toxinas externas, sem essa camada a derme fica vulnerável para o desenvolvimento de doenças de pele, irritação ou ressecamento.

O ideal é não permanecer muito tempo em contato com a água, e evitar o uso excessivo de sabonetes e buchas, que também contribuem para alterar a composição da barreira que protege a pele.

Para quem possui a pele sensível é indicado apostar em outras medidas além de evitar o banho de água quente, como usar cremes hidratantes e sabonetes específicos para seu tipo de pele. A limpeza e a proteção solar são outras medidas essenciais.

Ressecamento da pele

O ressecamento da pele, também é uma causa muito comum da coceira na pele após o banho. Quando a cútis não recebe o devido tratamento, através da hidratação, a camada de proteção é removida e a coceira inevitável.

Importante para evitar o problema é ficar atento a maus hábitos como ficar um tempo prolongado no banho, não se hidratar corretamente e não beber água o suficiente.

Vale destacar que no inverno o incômodo aumenta, já que ocorre uma diminuição da umidade do ar e da transpiração corporal. Fatores que contribuem para o ressecamento da pele. 

Doenças e alergias de pele

Algumas doenças podem causar essa coceira na pele pós-banho. As mais comuns são:

  • Dermatite: uma doença inflamatória da pele, geralmente de causa genética ou auto-imune, que causa coceira constante e intensa, e pode estar acompanhada de outras alterações da pele.
  • Micose: causa coceira, vermelhidão e descamação na pele, e pode atingir qualquer região do corpo, que surge devido a infecções por fungo.
  • Escabiose: também conhecida como sarna, é uma parasitose humana causada pelo ácaro Sarcoptes Scabiei. 
  • Infecções virais: como Dengue, Zika ou catapora;
  • HIV: tanto devido às infecções da pele, como por alterações imunes que podem surgir;
  • Câncer: como linfoma de pele.

Nesses casos, independente da temperatura da água, as pessoas podem sentir coceira, a pele tende a ficar vermelha e aparecem as lesões típicas de quem sofre com essas condições.

Importante consultar o dermatologista para avaliação e orientação correta, o que pode incluir cremes hidratantes à base de ureia, remédios corticoides ou anti-alérgicos.

Hidratação

O consumo de, no mínimo, 2 litros de água por dia é fundamental para combater a desidratação do corpo e da pele, mantendo assim, a camada protetora saudável e livre da coceira.

Mas, um dos principais cuidados para manter a barreira de proteção intacta é a hidratação diária da pele. Para isso, o ideal é buscar produtos que a protejam de forma efetiva, como e o caso de Cicatribem!

Um potente hidratante indicado para peles normais, secas e ressecadas, e capaz de proporcionar reparação profunda dos danos causados por agressores externos, além de prevenir e tratar o aparecimento de estrias!

Inclua Cicatribem na sua rotina de autocuidado, principalmente após o banho, e sinta a diferença na pele. Clique aqui e compre agora o seu com o cupom #BLOG20.

Compartilhe esse artigo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Você também poderá gostar